sempre se aprende alguma coisa

estrada da morte e caminhos dé

não sei se gostei do e-book “estrada da morte & caminho da fé (histórias, viagens, fotos e bobagens… Livro 1), de josé vanderlei dissenha,  edição do autor, pela 99 e-books (2015).

são duas histórias relatadas aqui, como o título sugere.

na primeira – estrada da morte – um downhill de aproximadamente 60 km por uma das estradas mais perigosas da bolívia.

interessante.

na segunda – caminhos da fé – uma trip pelo interior de são paulo e minas até a cidade de aparecida, onde fica o santuário católico de mesmo nome; viagem repleta de lama, sob muita chuva e com outros perrengues mais.

por que não gostei?

em primeiro lugar porque é um relato muito apressado, descritivo, tipo: “aí eu fiz, isso, depois fiz aquilo e somente então”.

depois, porque não está revisado, e isso torna o texto muito chato de ler, por motivos, parece-me, evidentes.

mas se vale a leitura, claro, porque sempre se aprende alguma coisa; a minha fiz no kindle.

no meu caso, de todos os livros que li até agora sobre cicloturismo, é o primeiro que fala claramente onde a bike foi guardada quando ele dormia em hotéis e pousadas.

parece bobagem, eu sei, mas isso me preocupa: quando eu for acampar, sem problemas, mas quando eu dormir em hotéis, haverá lugar para o equipamento? posso deixá-lo no quarto comigo? tem taxa extra, como com os carros?

neste sentido, a leitura foi importante.

leia, tire suas próprias conclusões.

Anúncios

2 comentários sobre “sempre se aprende alguma coisa

  1. Olá!

    Legal encontrar essa postagem sobre meu livro aqui. E também gostei da critica sincera que o mesmo recebeu. Foi minha primeira experiência de escrever um livro contando sobre minhas viagens e reconheço que ele tem falhas. Mas tenho procurado corrigir a cada livro (depois desse foram mais quatro livros escritos) e estou evoluindo.

    Grande abraço!

    Curtir

  2. bom dia, vander. fico feliz que tenhas compreendido o sentido primeiro de meu comentário a respeito do livro. como disse no texto, também aprendi com ele, e isso é o mais importante. dia 13 de janeiro, agora, pedalo em direção ao uruguai, e de lá para casa novamente, em um total de 2 mil km. será minha primeira viagem longa e, espero, renderá um livro, também. ficarei igualmente feliz se puderes lê-lo, igualmente, e comentá-lo, criticamente, pois, sabemos, “é na crítica que o processo avança”. como faço para ler os demais livros que você escreveu? forte abraço, bons pedais e um 2017 repleto de realizações!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s